sexta-feira, 26 de janeiro de 2018



É VERO!

Faz hoje seis anos que a minha avó foi para o céu - Hoje soube disso.

Fui à missa pela manhã, enquanto olhava para o altar falava com Jesus - perguntava-lhe se a minha avózinha estaria no céu, se existiria céu...

Foi então que reparei nas flores que estavam no altar  - eram rosas - para mim era a resposta à pergunta se a minha avó Rosa estaria no céu.

Gosto sempre de imaginar a minha chegada ao céu como a chegada dos tanques americanos no filme A Vida é Bela e exclamar como o Josué, é vero!!!!

quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

Aconteça o que acontecer 2018 já tens tanta luz




Estou tão feliz.

Um dos meus melhores amigos disse-me há pouco que vai ser pai.

É uma alegria que emociona.

É uma luz que me acende no peito e que me queima os olhos nas lágrimas que caem de emoção.

A sorte grande dessa criança em vos ter como pais.

A minha sorte grande em ser mais uma vez a tia Luz!

quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

COMPROMISSO

Este é o primeiro post de 2018.

Fizemos dois anos, eu, o blogue e as pessoas que cá vivem e as que por cá passam e as que chegam e aquelas que irão chegar neste ano novo.

Há as pessoas de sempre, as que acompanham o blogue desde o dia 6 de Janeiro de 2016,  como se de uma luz de presença se tratassem, há as que chegam e que me enchem com uma luz novidade e há as que cá moram e que foram mote para tantos textos, de tanta luz de dia-a-dia - muitas nem se dão conta.

Ontem a Maior dizia-me: "O sucesso do que iniciámos a 18 de Novembro de 2015, resulta da Maria se ter comprometido."

Eu como é hábito (a minha Pilar detesta) respondi em tom de brincadeira, "deve ter sido o único compromisso que assumi, fazer por mim o que passei tantos anos a fazer pelos outros" - (tentar muda-los)

Penso nas resoluções de ano novo que cada um terá tomado, como dizia bumba da fofinha, muitas delas serão as mesmas de 2017, 2016, 2015....por aí...

E o que falta? E o que te falta? E o que me falta?

O que te falta para deixares finalmente de fumar? O que te falta para finalmente mudares de trabalho? O que te falta para finalmente começares a fazer exercício? O que te falta para finalmente perderes o peso que tens a mais? O que te falta para finalmente pedires a tua mulher em casamento? ...

Resposta: Compromisso. Compromete-te contigo. E depois? Põe os meios, sejam eles físicos, mentais, monetários, pede ajuda de amigos, profissionais...

E no dia em que falhares? Em que chega o dia 10 de Janeiro e ainda fumas aquele cigarro às escondidas, ainda não tiveste coragem para ter aquela conversa com chefe a pedir o aumento, ainda não te inscreveste no ginásio ou nem compraste o anel -, nesse dia nunca digas perdido por 100 perdido por mil, não desistas! Dá um abraço a ti mesmo, perdoa-te, não sejas duro contigo - só que não desistas e volta novamente a empregar todos os meios no teu compromisso, seja ele qual for.

Que nos comprometamos e não deixemos que 2018 fique comprometido por falta de compromisso!



sábado, 30 de dezembro de 2017

2017, foste incrível. Obrigada.

Gosto de olhar para o meu ano, olhando para  o meu blogue.

Embora ele  tenha tanta das minhas luzes de cada dia, há tanta luz que lhe é impossível chegar.

Foi um ano em que tentei sair da minha zona de conforto - e, - saí.

Janeiro este blogue querido fez um ano e a minha Pilar 9 e fomos juntas festejar tudo a Londres, uma cidade encantadora e cosmopolita e sempre recomendável. ("Londres é sempre uma boa ideia")

Fevereiro o mês festa, o mês vida, o mês do meu ano novo. Começa a ser tradição começar algo novo, este ano comecei a correr e, em Dezembro já fiz 10 km.

Março conheci o amor reparador, mesmo sabendo que não era para sempre, foi isso mesmo. Reparador.

Abril escrevi o post mais lido de todos, lido por 3817 pessoas!!!! Obrigada pela inspiração Sr da Padaria Portuguesa «Só não pode se não quiser». Em abril fui a São Miguel, um dos sítios mais bonitos onde já estive na vida.

Maio mês mãe e recebemos o nosso amado Papa Francisco. E nós fomos ter com ele a Fátima.

Junho fui madrinha da minha doce Joana que já se casou, de quem tenho saudades e orgulho. E como estava bonita.

Julho saltei a 4500 metros de altura - confesso que gostei mais do que reclamei quando os meus queridos amigos me ofereceram em Fevereiro. Fui à quente e bonita Sevilha e perdi-me de vista na história da charmosa Ronda.

Agosto foi agridoce. Descobri o lugar mais bonito do Algarve, Cabanas de Tavira, saltei para o Pego do Inferno. Obrigatório ir à Noémia e Jerónimo e ao Gilão.

Setembro casou os meus R & R, agora Teixeira Agostinho. Senti neste mês ainda mais o amor dos meus. E fomos os quatro a Monsaraz festejar 38 anos intensos de casamento dos meus queridos pais.

Outubro começou da melhor forma, conheci a Sofia fé, a pessoa que melhor faz uso do verbo acreditar. Casou a flor mais bonita, agora flor árvore. Fiz um workshop na academia do às 9.

Novembro festejei dois anos desta viagem que comecei a fazer em modo prego a fundo para dentro. Minha querida Dra Mariana Magalhães todos os dias são bons para lhe dizer: obrigada.

Dezembro amor ainda aí estás. E já és o mês pedido de desculpas, o mês zanga, o mês empatia, o mês reparação, o mês festa.

Não peço nada. Aprendi a confiar. E tenho a certeza que o que virá será melhor que qualquer pedido que posso fazer.

Agradeço muito. Muito mesmo este ano.

Agradeço a estas pessoas luz que chegaram em 2017, David, Mária, André, Grandes, Pincho, Cármen, Agostinhos, Joana Grilo...

Agradeço aos de sempre, as minhas famílias que amo tanto, Faria Carmo, Dias Silva, Vacas Cabanejo, Grandes.

Agradeço tanto a minha Marta que partilha a vida comigo, minha luz de todos os dias.

Agradeço a minha Cátia por ser sempre a luz certa de todas as horas. Que 2018 seja a família Veríssimo Ruivo...ah!!!ah!!!

Agradeço à minha Susana por tantos momentos partilhados e gargalhadas e pequenos almoços. ah! ah!

Agradeço às minhas babes a amizade. Sinto sempre que a relação com cada uma melhora cada ano que passa.

Agradeço aos melhores amigos, o Tiago o melhor amigo e melhor advogado do mundo e ao meu Joaquim do amor sem fim. Obrigada por estarem cá sempre sempre para mim. Por fazerem do longe perto.

Agradeço mesmo a todos mesmo que não refira nomes, obrigada por terem partilhado este ano comigo, o tempo é um tesouro e passa tão rápido, há que aproveita-lo da melhor forma e na nossa melhor versão.

Este foi um ano tão bom e tão cheio que não posso deixar de agradecer a mim por ser assim: imperfeita e forte e feliz e focada nesta viagem que iniciei em Novembro e não mais parei e não irei parar. Podes vir 2018 já tenho a mochila às costas para continuar a viagem tendo sempre como destino a melhor versão de mim indo em busca de cada luz de dia-a-dia.


 
 

Há amores para sempre

No outro dia uma amiga dizia-me «se há pessoa que consegue escrever isto és tu» - ela conhece-me todos os meus amores e desamores.
Um misto de orgulho e responsabilidade - senti eu.
Pôr para uma folha os amores que são para sempre. E eles existem.
Quem os tem? Ou melhor, quem os não tem?
Eu tenho. Tu tens. E a minha amiga também.
Não sei se já perceberam a quais me refiro....
São aqueles amores que temos e que passados anos ou meses, ou dias, o que importa é que as gavetas estejam todas arrumadas, as mágoas saradas e ainda percebemos porque é que nos apaixonámos por aquela pessoa - em simultâneo também percebemos porque não foi a certa - nem ela, nem nós.
Acho que é um amor que permanece para sempre mas reconvertido numa outra carreira, igualmente bela - a amizade.





quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

Dia 31 - é e será sempre o seu dia.

Hoje tive um dia duro. (não, não levei uma tampa!)

E quando pensava no melhor que tinha sido o meu dia, qual teria sido a minha luz-do-dia-a-dia...?!

Só o que me veio à cabeça, foi a conversa que tinha tido com o meu pai - como é bom ter um pai. Como é bom ter o meu pai.

Eu tenho 32 anos, e quando partilho com o meu pai alguma chatice, o meu pai ainda diz: "Se te fazem alguma coisa têm que se ver comigo!"

O meu pai fará 65 anos e ainda se acha um super herói e sem defeitos. E é. (só que com defeitos)

É e sempre será o meu super herói. Foi com ele que aprendi a conduzir. (não me ensinou a estacionar)

Ensinou-me a andar de bicicleta e a nadar na barragem.

É do meu pai que herdei o gosto pelo campo, pela liberdade e pelos animais.

É do meu pai que recebi este sentido de humor que me faz rir em situações sérias. (incompreensível para a minha Pilar)

O meu pai sabe me ler como ninguém. Ele é capaz de se passar pela minha mãe, deixar um bilhete escrito por ele como se fosse ela, para pedir as desculpas que ela não pediu.

Dia 31 do corrente mês fará 65 anos mas diz nos sempre que tem energia de 20.

É verdade, é cliché mas é. O meu pai é o melhor do mundo.





terça-feira, 26 de dezembro de 2017

Estou apaixonada, e agora? Mostra-me o caminho.

Há muito tempo que não me sentia assim...

As pernas a tremer (também pode ser dos agachamentos, hoje foram 300!!!), a histeria quando o encontro e trocamos duas palavras...

É a primeira vez que acho graça a alguém assim...

Que me perdoem os meus antigos amores, não é desprimor - todos eles foram e ainda são importantes. Não eram os certos e eu também não.

Voltando a ele. Penso se irá ler este post.

Tenho uma lista de coisas para o convidar. Será que o convido para um café? Ou quem sabe para uma corrida? Ou quem sabe para um programa de mais comida, e convido-o a ir lanchar ao Bom Remédio.

Qual estrela que guiou os Reis Magos, como gostaria de descobrir o caminho para chegar até ele.

Resultado de imagem para cupido